ATTLANTIS

Aprenda como importar

ATTLANTIS - Aprenda como importar

No que você precisa pensar antes de abrir um negócio de importação?

Classifique

                 Um negócio de importação é uma das maneiras mais simples de empreender. Considerando então a facilidade trazida pela era da informação e da Internet, pode-se dizer que nunca foi tão fácil abrir um negócio antes, ainda mais um negócio de importação.

Um negócio de importação costuma ser bastante simples de ser iniciado em função de algumas características bem simples de serem entendidas. Primeiro, há  a questão do preço. Em grande parte das vezes, independentemente do tipo de produto que você esta pensando em importar, é quase certo que você conseguirá encontrar um preço muito mais barato comprendo aquele produto diretamente do exterior, se você puder achar um vendedor confiável. Em segundo lugar, há um bom número de produtos que só podem ser fabricados em determinados pontos do planeta, seja por questões contratuais e comerciais, seja por questões naturais e ambientais. Assim, para conseguir esse produto, você deve importar.

Tendo esses motivos em mente, não é muito difícil entender porque cada vez mais o mercado de importação cresce sem parar, trazendo excelentes oportunidades para quem busca empreender mas ainda não sabe exatamente por onde começar. Por isso mesmo, cursos de importação como o cegonha importadora, além de vários outros sobre os quais falamos aqui no Attlantis, fazem cada vez mais sucesso.

Cegonha importadora

Uma das principais vantagens de um negócio de importação é que se costuma ter uma alta margem de lucro e um custo de operação bastante baixo, possibilitando o acesso a esse tipo de empreendimento mesmo a pessoas comuns que jamais tiveram qualquer contato com o mundo do negócio anteriormente mas que estão decididas a finalmente serem donas do seu próprio negócio e poderem desfrutar da liberdade que daí vem. Com o auxílio da fascinante ferramenta que é a Internet então, é cada vez mais claro que as possibilidades de sucesso com esse tipo de negócio só tendem a crescer.

Falando mais um pouco sobre a prática do negócio, existem basicamente dois meios dos quais você pode se utilizar para começar importar e revender na prática. O primeiro, que certamente é o que a maiorias das pessoas pensa em um primeiro momento, é comprar uma quantidade significativa de alguns produtos e formar um estoque para começar a vender. Esse modelo de negócio de importação possui um excelente vantagem que é o fato de que lhe permite negociar excelentes descontos com os fornecedores em função da grande quantidade de produtos que você esta importando naquele momento. Por outro lado, entretanto, há um risco inerente que existe aí, que é a possibilidade de você acabar não vendendo uma parte do que importou, podendo ter um prejuízo.

O segundo método é o conhecido Dropshipping que, na minha opinião, é mais amigável para os iniciantes da importação. Através desse método você anuncia os produtos mesmo antes de tê-los em estoque. Ai, somente a partir do momento em que um cliente comprar esse produto é que você irá fazer o pedido junto ao fornecedor e enviá-lo diretamente ao comprador. Com isso você não se compromete com uma alta quantia de capital antes que já tenha feito algumas vendas. O dropshipping pode ser aplicado em diversos tipos de produtos, mesmo em produtos de enxováis de bebê, por exemplo, como é o caso do cegonha importadora.

 

O Academia do importador pode mesmo ajudar quem quer importar roupas?

Classifique

 

Nos últimos artigos falamos bastante de como importar roupas e os passos a serem seguidos. Como falamos no curso academia do importador, muitos leitores ficaram com dúvidas e me perguntarem se o curso tem um diferencial a mais mesmo para quem quer importar roupas.

Eu já cheguei a fazer uma análise detalhada do curso que você pode dar uma olhada checando aqui: Academia do importador vale a pena? Mas hoje vou falar de uma maneira mais resumida sobre o assunto. O primeiro ponto aqui, que eu sempre costuma falar quando o assunto é cursos de importação é que, a rigor, nenhum curso é exatamente necessário para que você possa aprender a importar, mas é uma questão de quanto tempo você quer gastar aprendendo até poder ter excelentes resultados e também qual é o seu grau de resiliência para aguentar determinados eventos frustrantes que podem acontecer quando você não tem um mentor para te guiar passo a passo na construção de seu negócio de importação.

Academia do importador o curso

Eu sempre falo isso porque eu mesmo tive uma experiência assim. Quando comecei a importar inicialmente eu não tinha nem 1% do conhecimento de importação que tenho hoje, mas como muitas pessoas, decidi que ia fazer tudo sozinho, do meu jeito, e em função disso perdi uma boa quantia de dinheiro vendendo produtos que não vendiam porque eu não sabia como importar direito, como selecionar fornecedores, como negociar com esses fornecedores excelentes preços, como atrair mais visitanes para o meu site, como criar relacionamento da forma certa com os clientes e fazê-los voltar sempre para novas compras na minha loja virtual, enfim, eu não tinha o conhecimento necessário sobre importação e revenda para que o meu negócio pudesse ser efetivamente bem sucedido.

Hoje eu vejo que tentar fazer tudo sozinho, do meu jeito – algo que eu tinha orgulho de repetir para todos à epóca – foi um grande erro que me atrasou bastante no crescimento do meu negócio. Se eu tivesse sido menos cabeça dura e tivesse realmente investido em um bom curso de importação, onde teria alguém para me guiar, poderia ter obtido sucesso de modo muito mais rápido e indolor, sem ter que passar pela sensação frustrante de construir uma loja virtual para não vender quase nada. A orientação da pessoa certa, com o conhecimento certo, é algo que faz toda a diferença na hora de contruir um negócio e hoje eu tenho certeza de que teria perdido muito menos tempo e dinheiro se eu soubesse disso na época.

Tornando-se um importador 360: Os primeiros passos para a construção do seu negócio

Classifique

 

                A partir do momento em que você já sabe qual será o produto que você irá vender e qual o fornecedor será utilizado, então você já pode começar a vender. O meio mais inteligente de começar a fazer isso é primeiro começar se aproveitando de canais de venda já existentes, como mercado livre, ebay, amazon, etc. para vender seus produtos. A partir daí você já vai construindo a sua loja virtual, que sem dúvida é o melhor para o seu negócio no longo prazo.

A exceção para isso eu diria, é no caso de você ter alguém para te orientar. Um curso como o importador 360 pode te ensinar desde o início como montar sua loja virtual e começar a fazer suas primeiras vendas em pouco tempo, de modo que você não precisará começar a vender por meio de sites de leilão se não quiser, podendo começar já tendo a sua Loja.

O Importador 360

Agora vamos começar a falar dos cuidados que você deve tomar se estiver procurando fornecedores por conta própria. O melhor caminho é ter uma boa lista de fornecedores confiáveis, passada por alguém que já tenha conhecimento de importação. Muitos cursos de importação possuem excelentes listas de fornecedores prontas para serem utilizadas, mas se você prefere procurar pelos fornecedores por si mesmo deve tomar alguns cuidados importantes.

O primeiro e mais básico deles é jamais fazer ordens grandes, não importa o quão grande seja o desconto, a não ser que você já tenha comprado várias vezes daquele fornecedor, já o conheça e já tenha criado um excelente relacionamento com ele. Outro cuidado eficiente para evitar golpistas que se passam por fornecedores é jamais pagar com outro método que não seja o paypal e, se o fornecedor não aceitar Paypal então simplesmente não compre dele não importa o quão confiável ele pareça ser. O que costuma ocorrer aqui é que esse fornecedor provavelmente aceitava paypal no passado até ter sua conta bloqueada após inúmeras reclamações e disputas levantadas por antigos clientes no sistema do paypal.

Não tente fazer um estoque muito grande no início. Compre apenas de 1 a 5 unidades por pedido no início, até que você possa cada vez mais comprar quantidades maiores e maiores a medida em que vai adquirindo mais confiança no seu fornecedor.

Uma última dica que, do ponto de vista da segurança pode ser menos importante, mas continua sendo interessante, é nunca dar seu email verdadeiro para fornecedores que você ainda não conhece, pois você corre o risco de inutilizar seu email devido ao maciço volume de spam que você vai receber.

Cegonha Importadora: Importar para uso Próprio ou para revenda?

Classifique

 

                Se você ainda não conhece muito bem sobre o que é o cegonha importadora, dê uma olhada aqui: Curso Cegonha importadora. O grande diferencial desse curso é que ele foca em um tipo de produto específico: Os produtos que geralmente integram os enxovais de bebês.

Esses produtos costumam ser excessivamente caros por aqui, o que faz com que muitas mães acabem deixando de comprar os melhores produtos para seus filhos por falta de condições financeiras ou simplesmente comprem em menor quantidade ou de marcas inferiores. Exatamente por haver um forte vínculo emocional nesse tipo de produto – afinal, toda mãe deseja o melhor para o seu filho – é que o seu preço costuma ser extremamente elevado. Os comerciantes por aqui costumam se aproveitar desse vínculo emocional existente com relação a esses produtos para vendê-los a um preço muito, muito alto.

curso cegonha importadora

Felizmente não precisa ser assim. Como em muitos outros casos, se você conhece bem a respeito do mercado de importação, sobre como encontrar fornecedores e todo o resto do conhecimento relacionado ao ramo da importação, então é possível obter condições muito melhores sem ter que abrir mão da qualidade. Por isso mesmo, o cegonha importadora vem chamando bastante a atenção e fazendo muito sucesso, especialmente entre as mães que acabaram de ter seus filhos.

O que começa inicialmente com o desejo de simplesmente escapar dos preços absurdos que você encontra por aqui para esses produtos pode acabar se tornando muito maior e, na maioria das vezes, se torna. O conhecimento de importação pode ser aplicado pelas mesmas mães que apenas desejam economizar para poder construir um negócio muito bem sucedido de importação. Embora muitas vezes acabe havendo uma resistência natural de quem nunca empreendeu antes com relação a essa ideia, a grande verdade é que basta apenas começar, tomar uma ação, para perceber que é muito mais simples do que você pode imaginar.

É exatamente isso que muitas mães estão fazendo em um número cada vez maior. Cada vez mais é possível ver mães que inicialmente fizeram o curso cegonha importadora apenas para poder importar com grande economia os produtos de enxováis das melhores marcas começando os seus próprios negócios de importação por meio da Internet. Com isso não apenas podem empreender e construir um grande negócio de revenda como ainda podem fazê-lo por meio da internet, do conforto de sua casa, com todo o tempo do mundo para cuidar de seu filho.

Exatamente por isso é que eu sempre busco mostrar para todos que eu conheço e que eu de alguma forma entro em contato, como é possível empreender através da Internet de uma forma muito mais simples do que jamais se teve antes. Seja você quem for, qual a sua experiência ou seus conhecimentos prévios, não importar, você também pode começar a construir um grande negócio de importação de produtos do exterior para revenda aqui no Brasil por meio da Internet.

O que é necessário para começar a importar roupas? (Parte 2)

Classifique

No nosso último artigo falamos sobre como você pode começar a importar roupas e até citamos alguns cursos de importação, como o curso academia do importador, que se destinam a ensinar mesmo a um completo iniciante no ramo da importação como ele pode começar a importar roupas das marcas mais famosas por um preço que muitas vezes é apenas uma pequena fração do preço que ele pagaria em qualquer loja aqui no Brasil.

academia do importador funciona

Ao ouvir falar sobre esse oportunidade, o primeiro pensamento da grande maioria das pessoas é aproveitar para poderem se vestir com suas roupas de marca favoritas sem terem que gastar muito, porém creio que há uma opção ainda melhor, a de abrir o seu próprio negócio de importação e revender, com alta margem de lucro, as roupas importadas do exterior que você compra. Como estávamos falando no último artigo existem alguns passos importantes a serem dados para que isso seja possível, o primeiro dos quais é escolher um bom fornecedor ou fornecedores, que sejam ao mesmo tempo confiáveis e tenham condições de oferecer bons preços, e a partir daí desenvolver relacionamento com esses fornecedores para conseguir cada vez mais preços e condições melhores. Paramos na questão de escolher qual o meio você utilizará para a venda dos produtos importados e há sempre a forte dúvida dos iniciantes de como montar a sua loja virtual.

Embora seja mais complexo, ter a sua própria loja virtual, ao invés de anunciar somente através de sites de leilão como o mercado livre, ebay, entre outros, mostra-se claramente como a melhor opção no longo prazo, pois te da o controle total para a sua marca e sobre as suas vendas.

Para crescer seu negócio de importação, você precisa ir crescendo a sua base de clientes, ou seja, o conjunto de pessoas que já comprou com você e continua comprando constantemente e, inclusive, muitas vezes indicando você e seu negócio para outras pessoas, que vem a se tornar novos clientes, e assim sucessivamente, como um ciclo. Para você pode otimizar esse processo é necessário que o contato com os seus clientes seja feito de maneira direta, através de sua própria loja virtual, e não através de uma plataforma intermediária, como seria no primeiro caso.

Além dessa vantagem, que para mim é a maior e a que mais vai determinar o quão rápido seu negócio irá crescer e o quão grande ele pode se tornar no longo prazo, há a questão de que, com a sua própria loja, voc~e obviamente não precisará pagar comissões sobre a venda para um terceiro e, além disso, ganha a grande vantagem de não ter o seu produto exposto exatamente ao lado de seus concorrentes, como no mercado livre e outras plataformas, que é algo que te obriga a ter um preço mais baixo e diminuir seu lucro, já que o visitante pode comparar diferentes condições de preço e pagamento de modo muito mais fácil.

Como evitar a tributação na chegada dos produtos com o cegonha importadora?

Classifique

               Saber como importar produtos do exterior a um preço incrivelmente mais baixo do que o encontrado aqui é uma imensa vantagem. Porém, para melhorar ainda mais o lucro que pode ser feito com a revenda desse tipo de produto, uma das etapas mais importantes é evitar a taxação ou tributação do produto na chegada ao Brasil. Embora muitas pessoas não se deêm conta disso o preço pode aumentar bastante se você for taxado, em alguns casos chegando a até 60% do preço original.

Cegonha importadora

O mais curioso é que mesmo nesses casos você continua fazendo uma grande economia, porém se você quer fazer com que o seu negócio de importação para revenda seja o maior possível, com uma alta taxa de crescimento. Para isso, já chegamos a falar antes um pouco sobre como você pode fazer para maximizar as suas chances de não ser taxado. Uma das melhores dicas é importar em quantidades menores para não chamar muito a atenção dos fiscais da receita quando o produto chegar até a Alfândega do Porto.

Agora, existem muitas outras táticas que podem ser utilizadas para evitar a tributação, muitas delas são ensinadas no cegonha importadora. Embora o curso seja focado no ensino da importação de produtos integrantes de exoval de bebês, as dicas para evitar a tributação ensinadas pela Heloise Mioto podem ser aplicadas na importação de quase qualquer tipo de produto, com algumas adaptações extras.

Uma boa sacada é, além de importar em pequenas quantidades, pedir sempre para que o produto seja enviado como presente para uma pessoa, pois desse modo ele virá sem a embalagem e a chance de que seja parado para averiguação na Alfândega é muito menor. A ideia básica, como sempre, é se aproveitar da ineficiência da Alfândega em fiscalizar cada um dos milhares de produtos e encomendas que chegam todos os dias. Desse modo, os fiscais da receita preferem focar naquelas encomendas e produtos que possuem o valor mais alto, e que portanto irá gerar um valor maior de imposto a ser pago.

 

 

Os primeiros passos para se tornar um importador

Classifique

                Para se tornar um importador com larga experiência e dominar o assunto importação, é necessário que você tenha uma boa diversidade de conhecimentos. Você não precisa ser uma super especialista em nenhum assunto específico mas, pelo contrário, é interessante que você tenha a capacidade de ter um bom entendimento de uma série de assuntos diferentes. Felizmente, muitos cursos já disponíveis hoje em dia, entre eles o importador 360, já possuem essa ótica de transmitir da maneira mais simples possível os conhecimentos necessários para que você se torne um grande importador.

importador 360

Não estou querendo com isso dizer que só com um grande conhecimento você conseguirá abrir o seu negócio de importação. Na verdade, hoje em dia, ter um negócio de importação de produtos do exterior para revenda por meio da Internet é um dos meios mais fáceis de iniciar o seu próprio negócio. Porém, como em qualquer outro cenário, se você pretende chegar ao topo você vai precisar se aprimorar constantemente. O melhor conselho que eu posso dar para alguém que esta começando a importar para revenda agora é que essa pessoa tome ação e comece logo a construir seu negócio de importação, mas ao mesmo tempo seja capaz de se aprimorar constantemente e aprender cada vez mais sobre o ramo da importação.

Para garantir uma evolução constante do seu negócio de importação, é importante seguir um método bem definido, como o ensinado no importador 360. O primeiro passo é escolher um bom produto para começar as suas vendas como importador. Geralmente  é um pouco chato escolher um produto logo de cara, quando você esta entusiasmado para começar logo, mas eu posso dizer que essa é uma parte extremamente importante e que terá um impacto enorme no seu negócio de importação, sendo muito inteligente que você dedique tempo adequado a achar um bom produto pelo qual as pessoas efetivamente estariam dispostas a pagar, novamente aqui um bom curso de importação pode lhe ajudar bastante com isso.

O segundo passo é encontrar um bom fornecedor para o produto ou produtos que você escolheu (eu recomendo começar com apenas um único tipo de produto e ir expandindo a partir daí, mas no final a escolha é sua). A escolha do fornecedor, quando você já não possui uma lista de confiança, é algo que dá um certo trabalho, mas que também é muito importante para o sucesso do negócio. Um fornecedor, para ser considerado um bom fornecedor, digno de se tornar um verdadeiro parceiro comercial, precisa possuir duas características. Uma é obviamente a sua capacidade de poder sempre fornecer um preço bastante atrativo. A segunda característica de um bom fornecedor é a sua confiança, e essa confiança é medida de duas formas.

A primeira se dá no sentido de ser um fornecedor sério e não estar ali apenas para aplicar golpes (Em um artigo futuro iremos falar melhor sobre como evitar fraudes ao escolher fornecedores). A segunda forma pela qual o fornecedor deve transmitir confiança, e que muitas pessoas não param para prestar a atenção, é no sentido de ser capaz de entregar produtos de qualidade e sempre na data especificada. Se o seu fornecedor não fornece os produtos na data certa, o seu negócio pode ficar malvisto entre os clientes, o que obviamente não é o que queremos.

O que é necessário para começar a importar roupas?

Classifique

Dentre os diversos tipos de produtos que podem ser importados do exterior com grande economia, um dos mais procurados são as roupas, especialmente se forem roupas de marca. Assim, não é de se surpreender que cursos como o Academia do importador façam bastante sucesso entre quem esta pensando em começar a importar roupas de marca do exterior por um preço bem mais baixo.

Muitas pessoas entretanto ainda tem bastante dúvida de como podem dar os primeiros passos para começar a importar com frequência, e por isso vou começar a falar nesse artigo sobre como você pode começar a fazer isso.

Academia do importador

O primeiro passo é decidir exatamente que tipo de roupa você pretende importar. Para a maioria das pessoas serão roupas de marcas famosas, mas ainda assim você precisa começar com uma marca específica que você tenha em mente. A partir daí, vem uma parte que é uma das mais importantes para qualquer negócio de importação: Encontrar um bom fornecedor e ir desenvolvendo um bom relacionamento com ele. Muitos iniciantes podem ter dificuldades na hora de encontrar fornecedores que sejam, ao mesmo tempo, confiáveis e que também possam oferecer preços competitivos. Cursos como o já citado academia do importador costumam fazer sucesso por, entre outras coisas, possuírem uma excelente lista de fornecedores, que é atualizada constantemente.

Além de conhecer os fornecedores, outro ponto importante, que muitos importadores iniciantes acabam deixando de lado, é se empenhar para desenvolver um bom relacionamento com esses fornecedores. Isso é muito importante pois, a longo prazo, você vai ser capaz de obter preços e condições cada vez melhores, o que é uma grande vantagem especialmente se você esta importando com vistas a construir um negócio de importação, como cada vez mais pessoas que pretendem começar a empreender estão fazendo hoje em dia.

Após saber quem serão os seus fornecedores e quais produtos você irá vender, nesse caso com quais marcas você irá trabalhar, você deve fazer uma pesquisa um pouco mais extensa no mercado para ver mais ou menos por quanto os seus concorrentes estão vendendo o mesmo produto.

Por um lado há uma vantagem bem interessante no ponto de que, desse modo, você já pode saber em quanto ficaria a sua margem de lucro. Por outro, há a possibilidade de você mudar de ideia em relação a alguns produtos caso ele já esteja sendo vendido a um preço muito baixo por aqui.

Nesse ponto, é importante ressaltar que há basicamente duas opções para quem quer revender produtos importados do exterior: Uma delas, e o jeito mais simples e rápido de começar com o seu negócio de importação é revender através de sites de leilão como o mercado livre, o buscapé, o ebay ou qualquer outro que já possua alguma credibilidade e que, assim, possa garantir já um bom tráfego de visitantes, o que aumenta suas chances de venda.

No longo prazo, entretanto, acredito que o caminho mais interessante seja montar a sua própria loja virtual. Embora inicialmente isso requeira preocupação com diversos detalhes que não existiriam na primeira opção, ter a sua própria loja virtual te dá algumas vantagens muito interessantes, sobre as quais falaremos em próximos artigos.

5 passos para montar uma importadora

5 passos para montar uma importadora
5 (100%) 1 vote

Apesar da alta do dólar montar e da instabilidade econômica brasileira, uma importadora ainda pode trazer lucro para seus fundadores e assim se transformar em uma empresa altamente sustentável.

12980595_1039330199447853_1886054734_n

É preciso ficar atento as complexidades jurídicas e físicas também gosto do negócio, visto que as negociações com China, Estados Unidos e tantos outros lugares podem ser complexas e trazer desafios diariamente para sua equipe.

Portanto, se você desde abril negócio nesta área, selecionamos algumas dicas práticas para você começar com menos riscos. Apesar disso, essas dicas não substitui uma avaliação de um consultor especializado.

Primeiro Passo

Assim como qualquer empresa, é preciso fazer um estudo de mercado para entender a oferta e a procura de certos tipos de produto. Primeiro passo e quem deseja montar uma importadora deve ser definir qual o produto que será importado.

Cada produtor de mandar uma estratégia, com planejamento e até mesmo uma adequação fiscal específica. Atualmente os produtos mais importantes do Brasil são sapatos, vinhos, roupas e perfumes.

Segundo Passo

Depois ele estava de escolher um produto, é preciso entender o seu modelo de distribuição.

Como importadora, você tem a possibilidade de revender os produtos importados para outras empresas, fábricas ou industrias ou também pode avaliar quais são as oportunidades de importar e revender diretamente para o consumidor, usando a sua marca própria ou revendendo a marca da empresa importada.

Neste segundo caso, é importante avaliar quando e como você pode revender produtos de terceiros utilizando sua marca.

Terceiro Passo

Depois de escolher e estudar o produto, avaliar o mercado e decidir seu modelo de distribuição agora é a hora de avaliar sua importadora através dos requisitos legais! Você vai precisar decidir se a empresa vai estar no regime tributário do Simples ­e também os aspectos legais relacionados ao tipo de produto que você vai importar e ao seu capital de giro.

Dependendo do faturamento anual da sua empresa e do tipo de produto a ser trabalhado, o regime tributário da empresa poderá mudar e isso vai mudar totalmente os custos e o planejamento estratégico da empresa.

Quarto passo

Agora é a gora de ir para o lado estratégico! Defina quais vão ser seus parceiros chave, os seus recursos chave, qual é a segmentação de clientes, quais vão ser os canais de venda e divida também as suas principais fontes de receita e de custos.

Uma ferramenta que vai te ajudar a definir a parte estratégica da empresa é o canvas! Muito utilizado como metodologia de gestão e estratégia nas empresas americanas, agora esta ferramenta já está disponível em português para ajudar você a definir melhor seus processos empresarias e tomar as decisões corretas para seu negócio.

Conclusão

Estes quatro passos são simples e ajudam a qualquer um que está começando a empreender a entender quais são os pontos chave na hora de montar uma importadora de sucesso no Brasil.
Se tiver qualquer dúvida sobre o assunto não deixe de enviar uma mensagem para nós!

Attlantis

Classifique

Bem vindo ao atlantis! o seu site pra aprender tudo sobre como importar os mais diversos produtos, para revenda ou consumo próprio.

 

Olá, eu me chamo Marcelo Amaral e me considero um apaixonado pelo ramo da importação, tanto que trabalho na área há mais de 4 anos e, nesse período, aprendi muito sobre o assunto. Por isso resolvi criar o Atlantis, um site no qual eu busco passar, da forma mais completa possível, tudo que eu sei sobre como importar os mais diversos tipos de produtos, seja para consumo próprio ou para revenda.

 

A importação é uma alternativa cada vez mais comum para pessoas que buscam de alguma forma fugir aos altíssimos preços praticados aqui no Brasil para diversos itens, sem para isso ter que parar de consumir seus produtos favoritos. Entretanto, muitas dessas pessoas não se sentem confiantes para passar a importar de uma ora para outra, sem qualquer tipo de informação prévia e é justamente essa fonte de informação que o Atlantis busca ser.

 

Além da importação para consumo próprio, também há aquelas pessoas que buscam importar produtos para revenda e mesmo aquelas que passam a ter essa ideia depois de ver, na prática, a grande economia que podem fazer com a importação de produtos comercializados aqui no Brasil a preços muito maiores. Eu mesmo sou uma dessas pessoas. Comecei a importar produtos como forma de economia há cerca de 5 anos e, quando vi o grande potencial do negócio, passei a importar para revenda e atuo nesse ramo até hoje. Aqui no Atlantis eu busco dar uma ajuda a pessoas que, assim como eu naquela época, querem iniciar no ramo da importação para revenda, selecionando os melhores cursos disponíveis que, na minha visão, são os mais completos sobre o assunto.

 

Aqui vou te ensinar como importar das mais diversas formas: importar da China, importar roupas de marcar e importar suplementos. Na seção de como importar da China, vou lhe ensinar como comprar no exterior com segurança e com grande economia de dinheiro para consumo próprio. Vou te ensinar também o que você precisa saber caso você almeje importar da China para revender.

 

Na seção de como importar roupas, você vai aprender como importar roupas de marca originais economizando até 90% do que pagaria comprando aqui no Brasil. Você vai conseguir saber da onde importar para conseguir economizar tanto, e se quiser, poderá usar esse conhecimento para revender aqui no Brasil com uma alta margem de lucro.

 

Já na seção de como importar suplementos, vou te ensinar passo a passo como importar com o máximo de economia, e diminuindo ao máximo a chance de ser taxado para garantir uma economia maior ainda.

 

Portanto se você quer começar a entender mais sobre importação, comece agora mesmo a navegar pelo Atlantis!