Como evitar a tributação na chegada dos produtos com o cegonha importadora?

Classifique

               Saber como importar produtos do exterior a um preço incrivelmente mais baixo do que o encontrado aqui é uma imensa vantagem. Porém, para melhorar ainda mais o lucro que pode ser feito com a revenda desse tipo de produto, uma das etapas mais importantes é evitar a taxação ou tributação do produto na chegada ao Brasil. Embora muitas pessoas não se deêm conta disso o preço pode aumentar bastante se você for taxado, em alguns casos chegando a até 60% do preço original.

Cegonha importadora

O mais curioso é que mesmo nesses casos você continua fazendo uma grande economia, porém se você quer fazer com que o seu negócio de importação para revenda seja o maior possível, com uma alta taxa de crescimento. Para isso, já chegamos a falar antes um pouco sobre como você pode fazer para maximizar as suas chances de não ser taxado. Uma das melhores dicas é importar em quantidades menores para não chamar muito a atenção dos fiscais da receita quando o produto chegar até a Alfândega do Porto.

Agora, existem muitas outras táticas que podem ser utilizadas para evitar a tributação, muitas delas são ensinadas no cegonha importadora. Embora o curso seja focado no ensino da importação de produtos integrantes de exoval de bebês, as dicas para evitar a tributação ensinadas pela Heloise Mioto podem ser aplicadas na importação de quase qualquer tipo de produto, com algumas adaptações extras.

Uma boa sacada é, além de importar em pequenas quantidades, pedir sempre para que o produto seja enviado como presente para uma pessoa, pois desse modo ele virá sem a embalagem e a chance de que seja parado para averiguação na Alfândega é muito menor. A ideia básica, como sempre, é se aproveitar da ineficiência da Alfândega em fiscalizar cada um dos milhares de produtos e encomendas que chegam todos os dias. Desse modo, os fiscais da receita preferem focar naquelas encomendas e produtos que possuem o valor mais alto, e que portanto irá gerar um valor maior de imposto a ser pago.

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *