Novas estratégias para economizar em compras da China

Classifique

Novas estratégias para economizar em compras da China

 

Como eu já disse em oportunidades anteriores, uma das melhores formas de aumentar sua margem de lucro em seu negócio de importação da China é através da negociação direta com fornecedores para conseguir abatimentos nos preços. O primeiro passo para isso é, obviamente, selecionar um fornecedor que costume vender mais barato que os demais. Depois disso, você deve negociar diretamente com este fornecedor para abatimentos nos preços, o que se torna muito mais fácil de fazer a medida em que seu negócio for crescendo e você tiver mais capital para fazer compras maiores quando for importar. Entretanto, há um outro meio de economizar bastante nos preços dos produtos vindos diretamente da China que não depende de uma pujança financeira tão grande para ser eficaz. Na verdade, funciona até melhor para quem ainda não tem um negócio tão grande. Então vamos falar um pouco melhor dessa estratégia.

Como escapar da tributação ao importar da China

Primeiro você tem que entender algumas coisas básicas sobre como funciona o processo de importação na chegada do produto ao Brasil e como é aplicada a tributação. Não sou nenhum especialista no assunto, portanto se você quer uma informação absolutamente impecável então seria bom contatar um contador acostumado com os trâmites da importação ou um advogado tributarista; apesar disso, todos esses anos importando para meu negócio me deram uma boa visão geral de como as coisas funcionam e de “truques” que você pode utilizar para não ser tributado de forma absolutamente legal.

Então, depois que você aprendeu como importar da China e passa a colocar esse conhecimento em prática (se ainda não aprendeu, comece por aqui), um coisa que você precisa entender é mais ou menos o que acontece com seu produto quando ele chega aqui no Brasil. A primeira etapa é a verificação por parte da Receita Federal, na alfândega do Porto, que, teoricamente, vai checar cada um dos produtos para garantir que todos sejam tributados adequadamente. Porém, devido ao imenso volume de importações que chegam a Alfândega do Porto todos os dias, os fiscais simplesmente não dão conta de checar os produtos um a um, e muitos acabam indo diretamente ao endereço do importador sem que qualquer imposto tenha incidido.

A questão é que você pode se aproveitar dessa estrutura burocrática para economizar com suas compras da China! (Para alguma coisa a maldita burocracia desse país teria que servir né). Basta você saber quais são os critérios que os fiscais na Alfândega utilizam para checar determinadas cargas e não outras, e isso não é muito difícil de saber.

Primeiro, você precisa saber que a Receita possui um aparelho de raio-x que é utilizado para tentar filtrar os produtos mais caros que são importados, como celulares e produtos afins, assim geralmente esses produtos acabam sendo mais tributados com facilidade. Entretanto, para outros tipos de produtos, você pode pedir para que a loja da qual você comprou mande em uma embalagem neutra, sem o logo da marca, e, desde que o produto não seja um desses que acabei de falar e seja relativamente pequeno, é bastante provável que ele não seja tributado.

Desse modo, você pode iniciar seu negócio importando da China apenas objetos de pequeno porte e que sejam um pouco mais baratos para aumentar a chance de que eles sejam “ignorados” pelos fiscais da Receita e assim seu custo com cada produto diminui drasticamente e sua margem de lucro vai as alturas, pois você deixa de pagar uma despesa aproximada de 84% em tributos incidentes na importação.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *